Edição na Fotografia: Quando ela é necessária vs. Quando ela é um erro

De um lado, temos os defensores das fotos mais naturais possíveis - de outro, temos os defensores das mais ousadas manipulações. Qual dos dois está certo?
Posso dizer, sem sombra de dúvidas? Ambos.
E posso dizer algo, talvez, mais aterrador? Mesmo quando a intenção seja que as fotos estejam o mais natural possível, elas devem ser "editadas" - seja na pré-produção (antes mesmo de serem feitas) ou na pós-produção (a chamada "revelação" digital).



Como assim, editar fotos antes mesmo que sejam feitas?


Óbvio que isso, da maneira que imaginamos quando falamos "edição", é impossível.

Esse foi o jeito que encontrei para dizer que, antes mesmo de pegar a câmera para tirar a foto propriamente dita, você precisa saber exatamente o que quer passar com ela.
O que quer que o outro veja? Que história pretende contar?

Se você está fotografando pessoas, sabe quais seus melhores ângulos? Sabe em quais poses elas ficam mais à vontade? Sabe usar roupas e acessórios que valorizem o que tem de melhor?

Você sabe usar todos os recursos que sua câmera pode te oferecer para conseguir contar uma história com aquela imagem? Por exemplo, se quer uma foto mais escura, sombria, sabe usar o ISO e o tempo de exposição corretos para conseguir esse efeito? Se você quer todo o ênfase no objeto fotografado, sabe usar o zoom e/ou a abertura corretamente para desfocar o que não interessa?

E que local vai usar? Em que horário?

Imagine-se andando pela rua quando se depara com uma cena interessante - saca a câmera espontaneamente e vai fotografá-la. Você, no mínimo, tentará pegar a cena de um ângulo mais bonito. Você não vai querer mostrar tudo o que acontece simultaneamente - você só vai querer congelar aquele pedacinho... aquele gato caminhando pela rua, aquelas nuvens cor de laranja enquanto o sol se põe.

Isso tudo é pré-produção. Você está utilizando recursos que "editam" a realidade. Aquele momento gravado para sempre naquela fotografia foi "projetado" para ser daquele jeito. Por isso que eu gosto de chamar pré-produção de "edição da realidade".
É uma "edição" extremamente necessária. Essencial!
Sem ela, não existe foto.



E a revelação digital?


Ahh, essa sim é a edição que conhecemos.
Essa é a pós-produção, feita através dos mais diferentes softwares, dentre os mais conhecidos, o Adobe Photoshop e o Adobe Lightroom.
A manipulação fotográfica, diferente do que os leigos podem imaginar, não serve apenas para tirar espinhas e manchas da pele do modelo - serve para deixar toda a composição exatamente do jeito que você pensou  antes, na pré-produção!

Você pretendia fotografar usando luz natural, mas choveu no dia e teve que improvisar com luz artificial, mesmo? Não tem problema: deixe as cores mais naturais mudando o balanço de branco no Photoshop. Você não tem um espaço limpo em sua casa para fotografar seus objetos? Não se preocupe: você pode "apagar" aquela tomada ou aquele quadro horrível da parede, que ao invés de enfeitar, enfeiam a sua foto.
Você queria tirar aquela foto linda do horizonte quando foi à praia, mas quando chegou em casa, percebeu que as melhores fotos ficaram tortas? Desentorta o horizonte no photoshop!

É quase um polishop: "Seus problemas acabaram!"

Além disso, podemos deixar a foto mais dramática ou artística ao mudar o padrão natural de suas cores, podemos aumentar o contraste naquilo que ficou mais apagado... Podemos fazer de tudo! Basta ter bom senso (e bom gosto) o suficiente para saber quando ficou bom e quando passou dos limites.



Exemplos do que se pode fazer:


Essa foto da Natty já apareceu bastante por aqui.
A primeira está do jeito que saiu da câmera. Não está ruim, porém está muito clara e sem contraste, já que foi tirada num dia muito claro com o sol entre as nuvens.
Nesse caso, eu apenas aumentei o contraste e escureci um pouco, para dar um efeito mais profundo à imagem.





~~~~~



Eu simplesmente adorei essa foto, mas você consegue ver claramente o problema, não é?
Como o Yuri estava contra a luz, seu rosto ficou extremamente escuro e quase indecifrável. Tudo está sem contraste e parece uma coisa só. Algo que me incomodou demais foi aquele poste de energia atrás dele (entre o "o" e o "s" da primeira foto - clique para ampliar) que tirava o ar de "floresta" do lugar.
Logo, eu clareei o rosto do Yuri, mudei a cor das folhas para que a composição toda não ficasse de uma cor só - como estava na foto original - e removi o poste de energia.





~~~~~



Esses foram apenas dois exemplos do que é aceitável fazer usando edição. Em resumo, posso dizer que é aceitável usar edição na pós-produção para: clarear ou escurecer, colocar mais contraste ou menos contraste, aumentar ou diminuir a saturação, brincar com as cores (desde que sejam cores próximas à realidade do assunto fotografado), apagar ou recortar objetos indesejados na composição, juntar fotos para produzir uma panorâmica e/ou remover espinhas e manchas que não são naturais do fotografado.



Exemplos do que não se pode fazer:


Nunca, em hipótese nenhuma - NENHUMA, remova marcas de expressão, pintas ou manchas naturais da pessoa. Nem deixe a pele embonecada, sem poros. Jamais! O resultado fica lamentável, amador demais...





~~~~~



Nunca adicione nada. Nada!
Não adicione maquiagem se a pessoa não estiver maquiada, não adicione estrelas no céu caso o céu esteja sem estrelas, não adicione um acessório, não adicione peças de roupa, não adicione. Nunca adicione absolutamente nada em sua foto! Todo mundo vê que aquilo não estava ali e, por melhor que você seja no photoshop, vai ficar feio e extremamente brega.
Vou nem falar o que eu adicionei nessa, porque fica evidente, né?





~~~~~



E por último, jamais mude as peculiaridades de alguém.
Não emagreça a pessoa usando photoshop, não mude a cor dos olhos, não alinhe os dentes, não aumente os seios ou o bumbum - enfim - nunca mude aquilo que faz a pessoa ser exatamente como é.
Se você quiser olhos de cores diferentes, compre lentes; se quiser seios maiores, use bojo, se quiser parecer mais magro, mude a postura - mas nunca modifique esse tipo de coisa usando photoshop.
Fica falso e todo mundo que te conhece sabe que você não é daquele jeito  ;)
Vocês já viram emagrecimentos medonhos de photoshop por ai, né? Eles falam por si.





~~~~~



É isso, amigos. Tenham bom senso!!
Uma vez conheci pessoalmente uma moça com quem já tinha contato pelo fotolog e eu me assustei! A pessoa que estava diante dos meus olhos era completamente diferente da pessoa da foto! A falta de bom senso, de senso do ridículo, ainda é evidente nos dias atuais, na era das redes sociais.

Quando você for editar uma foto, pergunte-se: "Está muito diferente da realidade?". Caso a resposta seja sim, desista da sua edição.
Se você estiver editando com propósitos mais artísticos, pergunte-se: "Ainda está parecido com a realidade?" Caso a resposta seja não, tente aprender a desenhar ou a pintar telas.

Claro que existem milhares de exceções. Já vi fotógrafos que editam suas fotos de maneira tão incrível, tão surreal, que as tornam em obras de arte maravilhosas!!
Eu sei disso! Mas escrevi esse texto pensando nas pessoas pessoas que, como eu, estão iniciando na fotografia e fotografam sem a pretensão de capturar contos de fadas, mas expressões artísticas da própria realidade.


E vocês? Tem mais alguma coisa que vocês acham medonho em edições e eu esqueci de mencionar? Aposto que sim!  ahahahaha

Espero que tenham gostado!!
Beijos!

19 comentários:

  1. Outro dia mesmo eu vi no facebook a foto de uma lua com um monte de estrelas coladas hueheuheuheuheuhe! É muito feio. O povo não tem senso de ridículo mesmo! Também já lembro de ter visto uma moça que colou um corset por cima da camiseta, com photoshop. Ficou péssimo.

    O que mais me incomoda é o monte de gente que aparece pra pagar pau, como se aquilo não pudesse ser visto, como se não tivesse como notar - ai, o sem noção fica achando que arrazou na edição da foto hueheuehuehuehe

    Concordo com tudo.
    Gostei, principalmente, da edição da segunda foto. Destacou bastante e ficou muito bonita.
    Você vai lonje, meus parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Ah sim: realmente dá pra perceber que você "colou" aquela tatuagem ali! Acho essa dica de "nunca adicionar" coisas nas fotos a mais importante!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, Dani, também acho a dica mais importante. Se for pra mudar o cenário ou algo na pessoa, que seja retirando e nunca adicionando. Eu vejo várias coisas assim, algumas nonsense e outras com a pretensão de passar um conceito artístico - mas não me passa pela cabeça que a pessoa olha para aquilo e não se policia, falando "Isso ficou feio, não vou usar".

      É um assunto complicado rs

      Muito obrigada pelo seu comentário, Dani!!
      Beijões!

      Excluir
  3. Eu não gosto de citar nomes mas eu vi uma fotógrafa por aí que saía photoshopando todo mundo com a desculpa de que "gostava de tornar as pessoas bonitas". No começo eu achava legal e etc as manipulações que ela fazia, mas depois vi que eram efeitos demais, tava muito muito anti-natural.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pretensiosa, não?
      Em minha opinião uma boa fotografia deve mostrar a beleza que já é natural da pessoa ou do assunto fotografado - não criar uma beleza imaginária através de photoshop. Edição é boa e eu gosto - mas passando dos limites assim, fica feio.

      Excluir
  4. eu sou um ) a esquerda quando o assunto é fotografia, mas como faço as fotos pro blog, sempre tento editar para chegar mais próximo da realidade. por exemplo: quando vou resenhar um batom,edito as fotos pra mostrar no blog a cor mais aproximada da real, de quem está com a mão no produto vendo, até pq eu não manjo muito dos paranaue das cameras, uso uma compacta msm que me serve bem.
    Qualquer outro tipo de edição é exagero.
    Excelente texto!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também faço isso! Tanto com a foto dos produtos, quando com as fotos das makes, que nunca saem com cores fiéis.
      Muito obrigada, Ester!

      Beijos

      Excluir
  5. Vai ficar brava se eu te disser que eu adoro essas edições bregas? huehuehueheuheuehueheuheuehue Mas, assim, no meu caso, eu já faço msm pra parecer fake, não pra enganar dizendo: "oi mundo, nasci assim, com a pele de boneca e o brilho do Edward de Crepúsculo" huehueheuheuhe NDepois do meu curso de edição de imagem, o céu é o limite hueheuheuhue Não sei se me fiz entender, eu gosto de mudar fotos, tenho um álbum lá no face, com edições das mais variadas,> Mas entendi seu post perfeitamente, viu? ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lindona da minha vida - eu também te entendo perfeitamente! Pra nós mesmos, que mal tem, né? O problema é que eu vejo edições assim vindas de pessoas que querem trabalhar com fotografia e imagino o "fotógrafo" entregando pro cliente um álbum onde ele mesmo não se reconheça rs rs
      Uma amiga minha foi fazer um book naquelas agências, que as pessoas entregam folheto nas esquinas, e embonecaram a cara dela tanto, que parecia que a pele dele emitia uma aura luminosa - eu achei tão feio!!

      E outra, desde que se tenha bom senso, tudo é válido - suas fotos ficam lindas, então não vejo porque não fazer.

      Beijos

      Excluir
  6. Eu sou uma péssima fotógrafa e também não levo o mínimo jeito sendo fotografada! *risos Pretendo aos poucos começar a estudar mais sobre isso, porque não há nada mais frustrante do que ver uma cena lindíssima, ter uma câmera em mãos e tirar fotos que não conseguem retratar 1% da beleza dela.
    Adoro suas fotos e obrigada pelas dicas, lembrarei delas nas próximas tentativas de fotografar algo/alguém!
    Beijão, linda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que agradeço, Thays! Espero realmente ter podido ajudar *-*

      Beijões!

      Excluir
  7. Adorei o post Sandi. Foi de auto ajuda. Nos meus 15 anos, usava MUITOS efeitos em minhas fotos, que até deixava como boneca (sim, efeito boneca no photoscape) ME JULGUE. HAHAHAHAHAHAHA
    Acho bem válido também, como nós que gostamos de fazer make e publicar, não mudar as fotos. Como você disse, clarear, realçar as coisas, sim, mas mudar a cor de batom x, ou a cor de sombra y é a treva. Hahahaha

    Beijos Lindona.
    femininetaste.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagine nós, que temos de mostrar maquiagens, sendo desonestas com nossas leitoras/es e mostrando um resultado que nem nós conseguimos? Não tem condições, né? rs rs
      Por isso mesmo achei válido entrar na onda dos tutoriais no youtube, para a pessoa ver com clareza como a coisa se constrói.

      Obrigada pelo comentário, Jé!!
      Beijos

      Excluir
  8. Eu não pretendo ser fotógrafa profissional, mas admirei muito seu post e sim, eu adooooro essas edições bregas! (desculpa). Ma seu edito minhas fotos e tudo por brincadeira! Já me adicionei tatuagens várias vezes, adoro jogar umas estrelas, corações e raios vindos do espaço hahaha! Tinha um site que colocava make - esqueci o nome - que brinquei muito lá anos atrás, deixava a cara liiiiisa e depois jogava as fotos em diversas versões no orkut.
    Mas de fato, se a pessoas quer trabalhar com fotografia acho que esse tipo de coisa não deve rolar! Eu odeio ver algum artista que gosto super fotoshopado, qual o problema da pessoa ter marcas de expressão e rugas? Mas também não sou fã de fotos muito cruas, acho que tem que ter um meio termo!
    bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não adianta: o equilíbrio é a resposta pra tudo! rs rs
      Foi exatamente o que disse antes: se é para fazer pra si mesmo, não vejo problema algum em ousar, em passar dos limites, em brincar com a edição - mas à partir do momento que envolve outras pessoas, que envolve trabalho, certas coisas passam dos limites...

      Beijos

      Excluir
  9. Adorei o seu post! Para quem está aprendendo isso é muito importante. Eu já havia comentado no seu face sobre como tenho várias fotos hiper, mega editadas porém levo em consideração que eu estava/estou aprendendo. kkk Mas enfim, adoro a maneira simplificada que você expressa e ensina o que sabe. Abraços!

    ResponderExcluir
  10. Sandila qual câmera que você usa para tirar suas fotos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma superzoom sem nada de especial, a Nikon L810.

      Excluir
  11. Tô adorando essas suas postagens sobre fotografia. Sendo eu uma aspirante a fotógrafa, adoro saber o que pessoas mais experientes e com conhecimento mais técnico tem a dizer. E concordo com seu posicionamento, é preciso ter bom senso sempre. Tenho o máximo de cuidado quando edito minhas fotos, afinal, pra mim também a fotografia é uma expressão artística da realidade. Muito bom minha amoura, amei.

    Bjim!

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados para que eu não deixe passar nenhum sem ser lido. Se for criticar, critique com respeito :)